Desenvolvemos soluções sustentáveis que impactam positivamente a economia,
a sociedade e o ambiente, melhorando a qualidade de vida de milhões de pessoas,
em todo o mundo.

Estamos empenhados em construir um futuro mais sustentável através da condução responsável do negócio, inovação do nosso portefólio e desenvolvimento de produtos e soluções verdes que respondam aos grandes desafios mundiais.

Guiamos toda a nossa atuação tendo como base os três pilares
da sustentabilidade
:
Ambiente
Social
Governo

Consideramos fundamental incorporar a sustentabilidade no centro das organizações e ter uma abordagem sistémica com a colaboração de todos os stakeholders.

Criamos valor nos setores de Energia, Ambiente e Mobilidade através das nossas operações globais.

Política de Sustentabilidade

A nossa Política de Sustentabilidade é um documento integrador que tem como objetivo
orientar as ações e práticas em alinhamento com as três dimensões da sustentabilidade:
Ambiental, Social e de Governação.

Na Efacec os princípios essenciais para o cumprimento dos objetivos e para a criação de um negócio sustentável são:

O contributo da Efacec para os
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

As Nações Unidas avançaram com uma proposta de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para serem alcançados em 2030.

Assumimos o compromisso de integrar os ODS na nossa estratégia com especial foco no ODS 7, ODS 9, ODS 11 e ODS 12, que se enquadram nos setores onde atuamos: Energia, Mobilidade e Ambiente.

Para eles, vamos contribuir através das nossas atividades, avaliando os seus impactos, definindo objetivos ambiciosos e comunicando os resultados de forma transparente.

Com a colaboração de todos, reforçamos a nossa promessa de impactar a sociedade, gerar mudança e contribuir para a transformação necessária de criar um futuro mais inteligente para uma vida melhor.

Porque é importante atuarmos?

Sabia que os setores de aquecimento e transporte consomem 80% do consumo global de energia? Apesar das melhorias, muitos dos maiores países consumidores de energia do Mundo não estão a aumentar as suas taxas de eficiência energética à velocidade que a comunidade global concordou ser necessária. As empresas têm um papel essencial a desempenhar na condução do financiamento e desenvolvimento de tecnologias necessárias para atingir o ODS 7.

O setor privado responde por metade do consumo de energia do mundo, por isso tem uma grande responsabilidade para aumentar a eficiência energética e obter energia de fontes renováveis.

15%

da população global não tem acesso à eletricidade

40%

da população global não tem acesso a combustíveis limpos e tecnologias para cozinhar

18%

de participação das energias renováveis permanece ​​no consumo final de energia apesar dos avanços recentes em energia solar e eólica, grande parte dessa energia vem de fonte hidroelétrica

679 milhões

de pessoas vão continuar sem eletricidade em 2030, estimam as Nações Unidas

Alguns exemplos do que já estamos a fazer:

  • Desenho, instalação e manutenção de parques fotovoltaicos e híbridos (eólico + solar), centrais hídricas e centrais de biogás e biomassa (com valorização energética de resíduos);
  • Conceção, Engenharia, Procurement e Construção de Unidades produtoras de gases renováveis (como Hidrogénio e Biometano) assim como derivados destes gases renováveis (como metanol verde por exemplo)
  • Plataformas SCADA para Gestão Otimizada de ativos renováveis multi-parque e multi-geografia considerando restrições ambientais, técnicas, regulatórias, etc. (EDP Renováveis, REPSOL)
  • Implementação de redes inteligentes de energia (Smart Grids), mais sustentáveis.

O que nos propomos fazer:

  • Promover o acesso às energias renováveis em particular em países em desenvolvimento
  • Aumentar a capacidade instalada de produção de biogás das instalações construídas pela Efacec
  • Garantir que 100% da eletricidade utilizada provém de fontes renováveis até 2030
  • Aumentar a eficiência energética das operações da Efacec

Porque é importante atuarmos?

2,6 biliões de pessoas não têm acesso a fontes confiáveis (infraestrutura) de eletricidade e há ainda mais de 4 biliões de habitantes sem acesso à internet. É necessário acelerar o investimento em I&D, principalmente nos países em desenvolvimento.

2.6 biliões

de pessoas não têm acesso a fontes confiáveis (infraestrutura) de eletricidade

1 em cada 3

postos de trabalho de fabrico foram afetados pela pandemia da Covid-19

>4 biliões

não têm acesso à internet

Alguns exemplos do que já estamos a fazer:

A Efacec tem participado ativamente em projetos dedicados ao desenvolvimento de inovações tecnológicas.

  • 4.2% das receitas investidos em I&D;
  • 25 projetos de I&D cofinanciados ao abrigo dos programas H2020, P2020, entre outros, visando o desenvolvimento de inovações tecnológicas de suporte à transição energética, à digitalização e automação de processos, à eletrificação da mobilidade e ecodesign;
  • Iniciativas lançadas no âmbito do PRR, nomeadamente a ATE – Aliança para a Transição Energética, e o H2DRIVEN – H2 como Vetor de Metanol Verde para a Indústria Química e Mobilidade Pesada, dando início à implementação dos projetos de inovação e desenvolvimento sustentável que aceleram a contribuição da Efacec para a transição energética.

O que nos propomos fazer:

  • Contribuir para o desenvolvimento de infraestruturas para o desenvolvimento económico e o bem-estar humano
  • Garantir que 50% das receitas em 2025, provém de produtos industriais sustentáveis nas áreas centrais de operação: energia, mobilidade e ambiente
  • Promover a investigação, inovação e investimento tecnológico alinhados e focados em princípios sustentáveis e que contribuam para os objetivos da Agenda Global, fomentando ao máximo sinergias com parceiros
  • Implementar reduções anuais de emissões de GEE (gases de efeito de estufa) que atinjam uma redução para metade até 2030 e neutralidade carbónica até pelo menos 2050

Porque é importante atuarmos?

Há alguns dados alarmantes sobre este tema:

  • De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 99% das pessoas que vivem nas cidades respiram ar poluído.
  • Em 2022, uma média de 82% dos resíduos sólidos urbanos estão a ser recolhidos e apenas 55% estão a ser geridos em instalações controladas
  • Não deixar ninguém para trás exigirá uma maior concentração nas favelas urbanas, onde moram 1.000 milhões de pessoas

As empresas podem contribuir para o ODS 11 por meio de pesquisa, desenvolvimento e criação de produtos e serviços que melhorem o acesso a moradias resilientes, transporte, espaços verdes e serviços públicos, incluindo eletricidade, água e serviços de tratamento de resíduos.

> 50%

da população mundial vive em áreas urbanas; espera-se que isso aumente para dois terços até 2050

99%

das pessoas que vivem nas cidades respiram ar poluído, de acordo com a Organização Mundial da Saúde

> 80%

do PIB global é gerado nas cidades, que desempenham papel fundamental no aumento da produtividade necessária para o desenvolvimento económico

82%

em média, dos resíduos sólidos urbanos estão a ser recolhidos e apenas 55% estão a ser geridos em instalações controladas

Alguns exemplos do que já estamos a fazer:

  • Desenvolvimento e produção de equipamentos e sistemas de automação, contribuindo para o progresso das cidades inteligentes;
  • Desenho, instalação e operação de estações de tratamento de águas, águas residuais e resíduos sólidos urbanos, críticos para a sustentabilidade ambiental
  • Desenvolvimento de novos sistemas de transportes urbanos eletrificados, rodoviários e ferroviários, contribuindo para aumentar a segurança rodoviária e reduzir o impacto ambiental e tornar as comunidades mais inclusivas

O que nos propomos fazer:

  • Expandir a oferta de soluções de transporte público para garantir mais acesso a transportes seguros, acessíveis e sustentáveis para todos
  • Aumentar a capacidade instalada de água tratada nas estações de tratamento construídas pela Efacec, em 20% até 2025
  • Aumentar a capacidade instalada de resíduos tratados em instalações construídas pela Efacec em 25% até 2025
  • Desenvolver anualmente soluções inovadoras para que as cidades aumentem a sua eficiência ambiental e económica

Porque é importante atuarmos?

Padrões insustentáveis de consumo e produção são a causa direta das alterações climáticas, perda da biodiversidade e poluição. Mesmo assim, entre 2000 e 2019, a dependência mundial de recursos naturais aumentou 65%.

Como responsáveis por grande parte da produção mundial, as empresas têm um papel central a desempenhar no avanço da produção e do consumo responsáveis. Elas podem gerir a sustentabilidade das suas próprias operações, reformular os seus modelos existentes e adotar modelos de negócios circulares e responsáveis.

65%

Aumento de recursos da “pegada global”, entre 2000 e 2019

Padrões insustentáveis de consumo

e produção são a causa direta de: Alterações Climáticas, Perda da Biodiversidade e Poluição

1,75 Terras

é o equivalente que a humanidade usa para fornecer os recursos que usamos e absorver os nossos resíduos

Alguns exemplos do que já estamos a fazer:

  • Desenho e instalação de estações de tratamento de resíduos;
  • Regeneração do óleo usado nos Transformadores instalados em clientes;
  • Prémio EIPM Peter Kraljic Award 2019 (European Institute of Purchasing Management).

O que nos propomos fazer:

  • Garantir que as principais matérias-primas contenham a quantidade máxima de conteúdo reciclado até 2030
  • Estender a Análise do Ciclo de Vida e estudos de circularidade a todo o portfólio
  • Garantir que o papelão e paletes para embalagem de transporte são provenientes de fontes recicladas ou certificadas até 2025
  • Garantir a contínua redução da intensidade de resíduos e resíduos perigosos utilizados nos processos operacionais através da prevenção, redução, reciclagem e reutilização
  • Privilegiar compras a fornecedores com práticas sustentáveis ​​

CASO DE ESTUDO

A central de biogás em Korskro, adjudicada pela Nature Energy à Efacec, tem como função a valorização dos resíduos orgânicos das atividades agrícolas.
A Efacec foi responsável por um conjunto de soluções que permitem uma operação eficiente na fase de digestão anaeróbica.

Ler notícia

CASO DE ESTUDO

Localizado na periferia de São Pedro de Atacama, uma das poucas cidades do deserto de Atacama, com pouco mais de 3 mil habitantes e situada a 2.400 metros de altitude na região de Antofagasta, o Parque Solar Fotovoltaico de 57MW é o segundo parque construído pela Efacec para a RIJN Capital Chile, S.A.

Ler notícia

CASO DE ESTUDO

A área de Service da Efacec está diretamente alinhada com os princípios da economia circular, contribuindo significativamente para o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 12. A sua atividade tem como vetores principais a reutilização de componentes, a extensão da vida útil de equipamentos e melhorias nos níveis de desempenho.

Ler notícia

Compromissos de Sustentabilidade

A Efacec está empenhada em cumprir os compromissos globais nas áreas onde atua, assim como a tornar-se cada vez mais ambiciosa na sua Política de Sustentabilidade, aplicando-a a todas as suas atividades.

A descarbonização das sociedades, economias e cadeias de valor das empresas é um dos objetivos mais importantes a alcançar nos próximos anos, de modo a garantirmos a sustentabilidade do nosso modelo de desenvolvimento.

A nível global, a meta é cortar as emissões em 45%, até 2030. Portugal e a UE ambicionam uma redução de 55% (face a 1990). Para tal, será necessário reduzirmos as emissões em 7,5% ao ano, até 2030, o que equivale a uma redução superior à que ocorreu em 2020 (5,8%) – porém, desta vez, sem termos as nossas vidas e as economias confinadas.

Saber Mais

A Efacec está determinada em reduzir as emissões de CO2 resultantes das suas atividades. Em 2019, a empresa aderiu ao movimentos internacional a favor da descarbonização: o Business Ambition for 1.5°.

Os compromissos firmados requerem a redução para metade das emissões de CO2 até 2030 e o alcance da neutralidade carbónica até 2050.

O plano de ação encontra-se já em curso e a equipa de projeto tem trabalhado, ativamente, para atingir os objetivos definidos.

Saber Mais

Para impulsionar a redução da pegada de carbono, a Efacec integrou o EV100, uma iniciativa global que reúne empresas focadas em acelerar a transição para veículos elétricos.

Assim, a Efacec tem convertido, gradualmente a sua frota automóvel para veículos elétricos. Simultaneamente, tem apoiado e incentivando os colaboradores a adotarem a mobilidade elétrica ao instalar pontos de carregamento nas duas principais unidades industriais.

Enquanto líder na produção de soluções de carregamento para veículos elétricos, a Efacec continua a honrar o compromisso e alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, definidos pela Agenda 2030 das Nações Unidas, através do desenvolvimento de soluções sustentáveis e de ações que contribuem para a eletrificação do futuro.

Saber Mais

Este guia lança o desafio aos líderes das grandes empresas para que, cada vez mais, sejam ambiciosos na promoção dos Direitos Humanos nas suas organizações e na sua cadeia de valor.  O objetivo é ir para além da gestão de risco e do cumprimento dos quadros legislativos e regulatórios, promovendo transformações positivas na vida das pessoas.

Saber Mais

A Efacec apoia os objetivos da Modern Slavery Act e está totalmente empenhada em operar livre de todas as formas de violação dos Direitos Humanos, em todas as suas operações comerciais e cadeias de abastecimento. Através da Declaração da Escravatura Moderna, que pode ser consultada no link abaixo, é possível compreender os passos que a Efacec tem dado na sua atividadepar a prevenir a escravatura moderna e o tráfico de pessoas.

Saber Mais

A Carta de Princípios do BCSD Portugal – Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável estabelece os princípios que constituem as linhas orientadoras para uma boa gestão empresarial.

A Efacec como empresa subscritora da Carta de Princípios:

  • Reconhece a importância da partilha de informação sobre sustentabilidade junto das partes interessadas.
  • Considera que a Carta é aplicável a toda a cadeia de valor e procura dialogar com os seus fornecedores diretos, de forma a encorajá-los a aderirem a esta iniciativa.
  • Compromete-se com a ambição estabelecida pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.
Saber Mais

A Efacec tem um conjunto de compromissos que promovem a ética e a transparência do seu negócio, nomeadamente:

  • Política Anticorrupção – A Efacec está comprometida com uma política de transparência e tolerância zero em relação a qualquer forma de corrupção ou suborno, independentemente da geografia e da natureza pública ou privada do negócio. Alinhada com o Princípio 10 do UN Global Compact e com a Convenção Anti-Corrupção da OCDE, esta Política elenca as normas internas que traduzem o compromisso da Efacec contra a corrupção, garantindo que todas as ações e decisões são tomadas no melhor interesse dos clientes, do mercado e da sociedade.
  • Política de Presentes e Hospitalidade – A troca de presentes e hospitalidade no âmbito comercial não é, por si só, ilegal ou eticamente reprovável. No entanto pode criar (ou parecer criar) conflitos de interesses ou influências inadequadas, bem como riscos de compliance legal e reputacional.  Esta Política define o que pode ser oferecido ou recebido, no âmbito comercial.
  • Política de Conflito de Interesse – Apesar de, em geral, os conflitos de interesse não serem inerentemente errados ou inapropriados, este podem causar danos a uma empresa. Na Efacec, todas as situações de conflito de interesses, reais ou aparentes, devem ser imediatamente declaradas por escrito, através do preenchimento da Declaração de Conflito de Interesses, previamente a qualquer tomada de decisão que possa revelar o potencial conflito.
  • Política de Privacidade e Proteção de Dados – A Efacec está empenhada em garantir a segurança dos dados pessoais dos seus parceiros, comerciais e não comerciais, e dos seus colaboradores, respeitando a legislação de proteção de dados aplicável em todas as jurisdições onde atua. Estão, assim, implementados procedimentos e ferramentas para o cumprimento do Regime Geral de Proteção de Dados (RGPD. A Efacec dispõe ainda de uma Equipa de Privacidade, cuja missão principal é assegurar os direitos dos titulares dos dados pessoais, promovendo uma comunicação clara e objetiva junto de todos os colaboradores sobre o cumprimento do RGPD e demais legislação aplicável.
Go to Top