Iberdrola celebra contrato de quase 11 milhões de euros com a Efacec para o projeto do Sistema Eletroprodutor do Tâmega

O acordo compreende o fabrico e fornecimento dos transformadores das três centrais que constituem o complexo hidroelétrico que a Iberdrola está a desenvolver, no Alto Tâmega.

Trata-se de uma adjudicação de elevada importância tecnológica, demonstrando a confiança do grupo nesta empresa, referência mundial no fornecimento de transformadores elétricos.

A Iberdrola selecionou a Efacec Energia, Máquinas e Equipamentos Eléctricos, S. A. para o fabrico e fornecimento dos transformadores das centrais de Gouvães, Alto Tâmega e Daivões, que constituem o Sistema Eletroprodutor do Tâmega.

Este contrato, avaliado em cerca de 11 milhões de euros, foi assinado com a Efacec após realização de um concurso internacional, no qual participaram as mais importantes empresas do setor, a nível mundial.

Com este acordo, a Efacec, com sede no município de Matosinhos, desempenhará um papel estratégico no Sistema Eletroprodutor do Tâmega, um dos mais importantes projetos hidroelétricos levados a cabo na Europa, nos últimos 25 anos.

A presente adjudicação é um exemplo da aposta da Iberdrola em empresas portuguesas da região, no desenvolvimento deste grande projeto hidroelétrico, para o qual foram contratadas, até ao momento, mais de 70 empresas locais e regionais, com adjudicações que ascendem a um total de 364 milhões de euros.

Neste sentido, a Iberdrola tem previsto um investimento de mais de 900 milhões de euros destinados a grandes adjudicações para empresas de construção civil, equipamento, maquinaria, engenharia e área ambiental, assumindo o seu compromisso de privilegiar o mercado regional e nacional nas suas contratações.

A Iberdrola prevê que o projeto do Sistema Eletroprodutor do Tâmega promova dinamização económica da região, através da criação de 13.500 postos de trabalho, diretos e indiretos, nos municípios mais envolvidos no projeto: Ribeira de Pena, Vila Pouca de Aguiar, Cabeceiras de Basto, Chaves, Boticas, Valpaços e Montalegre.

O contrato com a Efacec contempla o fabrico, fornecimento e posterior supervisão durante a montagem e comissionamento dos transformadores de grupo e de unidade para serviços auxiliares das três centrais do Sistema Eletroprodutor do Tâmega. A data prevista para o início desta concessão será entre 2021 e 2023.

Assim, a Efacec irá construir quatro transformadores de potência trifásicos – de 245 MVA de potência e 400/15 kV de relação de transformação – e dois transformadores para serviços auxiliares de 5,6 MVA e 20/15 kV de relação -, instalados na central subterrânea do Aproveitamento Hidroelétrico de Gouvães.

Para o Aproveitamento Hidroelétrico de Alto Tâmega serão também construídos dois transformadores de potência trifásicos – de 90 MVA de potência e 400/15 kV de relação – e dois transformadores para serviços auxiliares – de 2,5 MVA e 15/0,42 kV de relação.

Já com vista a serem instalados no Aproveitamento Hidroelétrico de Daivões, serão ainda desenvolvidos dois transformadores de potência trifásicos – de 65 MVA de potência e 400/15 kV de relação – e ainda dois transformadores para serviços auxiliares – de 2,5 MVA de potência e 15/0,42 kV de relação.

O complexo hidroelétrico do Alto Tâmega é uma das maiores iniciativas da história de Portugal no setor da energia, com um investimento de mais de 1.500 milhões de euros e uma potência instalada de 1.158 megawatts (MW).

14 Julho 2017|Transformadores|